Entre aspas: Pecando pelo excesso – Um manifesto contra o tom pastel

16 Dez

Foto: "A maior liberdade é ser livre de nossa própria mente..."

Daniela Mercury que nada. A cor dessa cidade sou eu. O azul do céu ensolarado, o amarelo da lua cheia na noite caliente, o vermelho do sangue na chacina da zona leste, o verde dos arvoredos em extinção na cidade grande, o cinza dos arranha-céus, o laranja dos faróis dos carros no engarrafamento quilométrico – há um quê de mim em tudo isso. Para o bem ou para o mal, meu arco-íris está aí, esbanjando neon. Ei, você, seja bem-vindo e venha dar a sua pincelada – só não procure na minha aquarela um azul calcinha para colorir a sua indecisão. Não trabalhamos com tons pastel, e nem há previsão de quando chega o primeiro lote.

Maldito seja o artista plástico avarento que misturou água ao magenta pra tinta render mais, e assim, num toque de engano, criou o tom pastel. A paleta de tons pastel é um incentivo à mornidão e um prato cheio para a paumolescência. A bandeira da paumolescência, inclusive, é listrada de verde-musgo, azul calcinha, rosa bebê e amarelinho. E é hasteada por gente que não faz ideia do que quer. Gente que não caga, mas que também não sai da moita, gente que não faz nem fá nem fu, que é de centro-direita, que é eclética e que se arrepende só do que não fez. Atriz, modelo e apresentadora que não dá na primeira noite, que não sorri nas fotos para amenizar as rugas, que não mistura destilado e fermentado e que paga cem paus para tatuar uma estrelinha vazada na nuca. Gente que não sabe se não, mas também não tem certeza que sim. Enfim, gente tom pastel.

E é a elas que eu rogo: mais intensidade, por favor. Suspiros mais profundos, dedadas mais profundas, penetrações mais profundas. Sorrisos mais espontâneos, gemidos mais espontâneos, piadas mais espontâneas. Cores mais vivas, lembranças mais vivas, sofrimentos mais vivos. Céus mais azuis, rosas mais rosas, corações mais vermelhos. Meu coração é vermelho, e espero que o seu também seja, porque o que eu conheço de gente com coração nude não tá escrito… Que prefere não se envolver na iminência de sentir dor. Ou que até se envolve, mas que guarda segredo – afinal, discrição é virtude da nobreza. E que quanto mais conhece os humanos, mais se apaixona pelo próprio yorkshire – afinal, ele de lacinho fica mais bonitinho e mais digno do que o menino que faz malabares para ganhar a vida no cruzamento da Ipiranga com a Avenida São João.

Glorinha Kalil que me desculpe, mas prefiro pecar pelo excesso. De cores, de amores, de entrega, de álcool, de sal, de pimenta, de gordura trans. Porque se sobrar, eu doo, vendo, leiloo, empresto, negocio. Até tempero a sua comida. Agora, se faltar, corre o risco de o saleiro já estar vazio. Por isso, caros amigos tom pastel, convivam com o meu neon. Oito dias pro fim do mundo e vocês aí, se fazendo de rogados? Dá licença.

 

Esse texto foi escrito por Bruna Grotti: “Jornalista, cantora e apaixonada. Pela vida, por sexo, por você. Uma paulista emotiva, sem vergonha, sem papas na língua e que poderia estar matando, roubando ou extorquindo, mas apenas come morangos sensualmente e twitta no perfil @bruna_grotti.” Esse texto ela escreveu para o site casalsemvergonha.com.br pa ler mais textos dela clique aqui.

Xoxo,

          Nanda!

 

Looks da semana

15 Dez

Sumi do blog por um bom tempo, afinal estava estudando pra recuperação, mas já que as provas acaram quinta-feira, agora posso voltar a postar diariamente no blog. Na verdade to pensando em fazer mudanças no blog em janeiro, aguardem e verão! Hoje resolvi trazer sete looks para vocês se inspirarem na hora de se vestir na próxima semana. Enjoy!

Oasap Sequin Sweater, Vintage Beret, Oasap Bullet Necklace, Jeffrey Campbell Litas, Naomi And Lavender Purse

Topshop Otk Socks, Rebecca Minkoff Mini M.A.C.

Lovely Sally Skirt, Motel Rocks Top

Colcci Dress, My Place Shoes

Romwe Skull Apricot Jumper, Zara Zipper Leggings, Choies Leaves Hanging Earring, Go Jane Heel Less Booties, Zero Uv Retro Flip Up Sunglasses

Young Academy Top, Young Academy Shorts, River Island Hat

Lashes Of London Baroque Dress, Oasap Gold Cuff, Deena & Ozzy Chelsea Boots

 

Xoxo,

            Nanda!

Entre aspas: Aquelas coisas que ninguém nos conta

27 Nov

20121125-102246.jpg

Não importa a sua idade, o que você já viveu, se o seu nome está limpo na praça e quanto a balança da farmácia acusa toda vez que você sobe nela. Uma coisa é certa: toda mulher já idealizou um amor. Na verdade, acho que todo mundo já teve lá suas fantasias.

Homens e mulheres já pensaram nas qualidades que gostariam que suas mulheres e homens tivessem. Quero um cara que me entenda, que me ouça, que tenha alguma beleza, que use cintos decentes, que não ajeite a cueca no meio da rua, que saiba falar italiano e que goste de arte. Quero uma mulher que tenha bons peitos, saiba fazer sushi, goste de rock, curta um filminho pornô e saiba rir. Cada um idealiza de um jeito. Até que a realidade bate forte na nossa porta.

É claro que eu tinha sonhos e uma lista extensa. Queria que fosse moreno, tivesse olhos claros, fosse alto, tivesse braços fortes, soubesse cantar, me fizesse rir, gostasse de cachorro, soubesse cozinhar, fosse carinhoso, atencioso e me escutasse. Meu marido não é igual a essa lista, ou seja, ele não é o marido dos sonhos. É moreno, tem os olhos claros, tem a minha altura, tem braços fortes, não canta, mas toca violão e guitarra, me faz rir, passou a gostar mais de cachorro depois de me conhecer, não sabe cozinhar, mas prepara ótimos drinks, é carinhoso, atencioso e me escuta. De vez em quando. É que ele pertence ao gênero masculino, ou seja, não consegue prestar atenção em tudo que eu digo, pois falo rápido e mudo de assunto a todo instante. Apesar disso, sei que ele tenta me acompanhar. Além disso, ele é dono de um humor que chega a me assustar de tão bom. Juro que nunca vi pessoa mais bem humorada. Mas ele também é ranzinza, cheio de manias, meio mimado, gosta de tudo do jeito dele, rói as unhas e tem mais um monte de defeitos. É que ele é de carne e osso, é gente. E gente é assim, se é que você me entende.

Crescemos com uma ideia na cabeça. A vida inteira é assim, até que a gente se depara com o amor. E agora? E agora você abandona tudo que achou, tudo que sonhou e começa a sonhar junto. É muito mais legal, muito mais excitante, muito mais divertido, muito mais perigoso.

O amor não tem fórmula, mas eu acho que o amor tem que fazer rir, tem que ter graça. A graça tem que entrar na hora em que as coisas ficam mais pesadas, mais sérias, mais sem saída. É que nem sempre tudo é bom e caminha bem. O amor de vez em quando anda na corda bamba. Ele tropeça, quase cai, mas fica em pé. Porque ele precisa ser trabalhado, não basta amar e pronto. O amor tem rotina, tem ronco, tem louça suja, tem conta que vence, tem tapete do banheiro molhado, tem tampa da privada levantada, tem bagunça no meio da sala, tem roupa pra lavar, tem cocô do cachorro pra juntar, tem ciúme, tem briga, tem sujeira, tem toalha molhada na cama, tem comida no forno, tem copo vazio na mesa de centro, tem discussão por besteira, tem calor, tem frio, tem sede, tem fome.

Amar não é nada fácil, apesar do amor ser simples. O amor é construção. E é justamente por isso que a gente deve esquecer tudo que aprendeu, tudo que imaginou e começar do zero. E recomeçar todo santo dia. Porque o amor é isso: um eterno recomeço.

 

Clarissa Corrêa

Texto escrito pela redatora publicitária e escritora Clarissa Corrêa. Blog dela aqui

Entre aspas: Aquelas coisas que ninguém nos conta

27 Nov

20121125-102246.jpg
Não importa a sua idade, o que você já viveu, se o seu nome está limpo na praça e quanto a balança da farmácia acusa toda vez que você sobe nela. Uma coisa é certa: toda mulher já idealizou um amor. Na verdade, acho que todo mundo já teve lá suas fantasias.

Homens e mulheres já pensaram nas qualidades que gostariam que suas mulheres e homens tivessem. Quero um cara que me entenda, que me ouça, que tenha alguma beleza, que use cintos decentes, que não ajeite a cueca no meio da rua, que saiba falar italiano e que goste de arte. Quero uma mulher que tenha bons peitos, saiba fazer sushi, goste de rock, curta um filminho pornô e saiba rir. Cada um idealiza de um jeito. Até que a realidade bate forte na nossa porta.

É claro que eu tinha sonhos e uma lista extensa. Queria que fosse moreno, tivesse olhos claros, fosse alto, tivesse braços fortes, soubesse cantar, me fizesse rir, gostasse de cachorro, soubesse cozinhar, fosse carinhoso, atencioso e me escutasse. Meu marido não é igual a essa lista, ou seja, ele não é o marido dos sonhos. É moreno, tem os olhos claros, tem a minha altura, tem braços fortes, não canta, mas toca violão e guitarra, me faz rir, passou a gostar mais de cachorro depois de me conhecer, não sabe cozinhar, mas prepara ótimos drinks, é carinhoso, atencioso e me escuta. De vez em quando. É que ele pertence ao gênero masculino, ou seja, não consegue prestar atenção em tudo que eu digo, pois falo rápido e mudo de assunto a todo instante. Apesar disso, sei que ele tenta me acompanhar. Além disso, ele é dono de um humor que chega a me assustar de tão bom. Juro que nunca vi pessoa mais bem humorada. Mas ele também é ranzinza, cheio de manias, meio mimado, gosta de tudo do jeito dele, rói as unhas e tem mais um monte de defeitos. É que ele é de carne e osso, é gente. E gente é assim, se é que você me entende.

Crescemos com uma ideia na cabeça. A vida inteira é assim, até que a gente se depara com o amor. E agora? E agora você abandona tudo que achou, tudo que sonhou e começa a sonhar junto. É muito mais legal, muito mais excitante, muito mais divertido, muito mais perigoso.

O amor não tem fórmula, mas eu acho que o amor tem que fazer rir, tem que ter graça. A graça tem que entrar na hora em que as coisas ficam mais pesadas, mais sérias, mais sem saída. É que nem sempre tudo é bom e caminha bem. O amor de vez em quando anda na corda bamba. Ele tropeça, quase cai, mas fica em pé. Porque ele precisa ser trabalhado, não basta amar e pronto. O amor tem rotina, tem ronco, tem louça suja, tem conta que vence, tem tapete do banheiro molhado, tem tampa da privada levantada, tem bagunça no meio da sala, tem roupa pra lavar, tem cocô do cachorro pra juntar, tem ciúme, tem briga, tem sujeira, tem toalha molhada na cama, tem comida no forno, tem copo vazio na mesa de centro, tem discussão por besteira, tem calor, tem frio, tem sede, tem fome.

Amar não é nada fácil, apesar do amor ser simples. O amor é construção. E é justamente por isso que a gente deve esquecer tudo que aprendeu, tudo que imaginou e começar do zero. E recomeçar todo santo dia. Porque o amor é isso: um eterno recomeço.

Clarissa Corrêa

Texto escrito pela redatora publicitária e escritora Clarissa Corrêa. Blog dela aqui

Como usar: Camisa de banda

26 Nov

Cada vez mais as camisetas de bandas tem ficado mais populares nos nossos guarda roupas, sendo assim resolvi trazer hoje maneiras diferentes de usar essas camisas. E um conselho que deixo logo de antemão é: não use camisa de uma banda que você nem conhece só porque está na moda, ok? A camiseta de banda de um jeito bem descontraído revela um pouco de você, se você usar uma camisa de uma banda que não gosta só porque é tendencia, você não vai alcançar o real objetivo da moda, que é mostrar sua personalidade através das roupas e acessórios. 

Enjoy!

A maioria das camisetas de banda são brancas, pretas ou cinzas, apesar de algumas serem de outras cores (como essa aí debaixo). Elas podem ser usadas de diversas maneiras: com shorts, calças, camisas xadrez e até mesmo saias. Muitas vezes, são usadas em um look com uma cara mais rock, mas também pode-se suavizar com acessórios mais fofos, se você não curte um look muito rock. Inspirem-se nas fotos. :)

Ela estava acompanhada do noivo, o ator Liam Hemsworth  Foto: The Grosby Group

Curtem camisetas de banda?

Lojas online que vendem camisetas de banda: 

Casa do rock

Bandalheira

Rockwear

Camisa Mania

Consulado do Rock

Camiseta de banda

STAMP

Heavy Metal Rock

Rockstore

Xoxo, 

Nanda!

Decoração de quartos: Hippie

25 Nov

Com certeza já fiz aqui no blog posts sobre decoração de quartos e talz, mas dessa vez resolvi especificar mais, resolvi trazer imagens de uma decoração com uma pegada mais descontraída, com um toque hippie que é exatamente como estou tentando deixar o meu quarto. Enjoy!

 

Curtem esse estilo hippie na decoração?   

 

Xoxo,

            Nanda!

Looks da semana

24 Nov

Vivo dizendo que vou postar diariamente aqui e nunca rola, mas dessa vez eu tenho uma ótima explicação: eu vou pra recuperação final de três matérias na escola e preciso estudar loucamente, mas resolvi tirar hoje pra fazer os posts da semana, e hoje trazer sete looks pra vocês se inspirarem na hora de se vestir durante a semana.

Tumblr_mdyrespnr41r8oh0eo1_500_large

Cross Printed Swing Shirt, Velvet Skirt

Top

Labellamafia T Shirt, Romwe Shoes

Tumblr_mdors1okhf1rgmb40o1_500_large

1627209_jack-collage-web1_large

 

Qual dos looks vocês mais gostaram?

 

                                         Xoxo,

                                                           Nanda!

 

Sonzinho de Quarta!

14 Nov

Hoje resolvi trazer uma banda que eu comecei a ouvir recentemente, na verdade a primeira vez que eu ouvi foi no show de Lady Gaga (eles abrem o show, também tem a Lady Starlight) , e essa é uma banda de rock inglesa chamada “The Darkness”.

A banda surgiu em 2000 e teve uma parada em 2006, pois Justin Hawkins (o vocalista) saiu para se internar em uma clinica de tratamento de drogas. Após cinco anos, em 2011 a banda se juntou novamente e em 2012 lançaram um novo álbum de estúdio.

A banda já lançou três àlbuns de estúdio: Permission to Land (2003), One Way Ticket to Hell… and Back (2005) e Hot Cakes (2012). Agora vou deixar da banda pra vocês mesmos verem o som fodástico deles.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Curtem o som glam/hard rock da banda?

 

Xoxo,

               Nanda!

 

Playlist da semana

9 Nov

6a0120a58bd4d6970c0133f432d668970b-640wi_large

Considerando que hoje é o show de Lady Gaga no Rio de Janeiro e eu provavelmente estou lá (esse post eu deixei agendado :D) resolvi trazer nessa playlist da semana, resolvi fazer uma exceção, em vez de sete músicas trouxe as dez músicas de Lady Gaga que eu mais amo (muito dificil de escolher!). Enjoy!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Qual das músicas vocês preferem?

Xoxo,

Nanda!

Entre aspas: Sou dessas

8 Nov

De poesias manchadas no guardanapo que interrompem bate-papo de bar. De foto três por quatro morando na carteira. De choro. De olho no olho. De amor à primeira vista. De gostar de abraços largos. De não dá-los. De vontades que explodem e preenchem o caminho de volta para casa. De madrugadas. De planos abertos pelo retrovisor do carro. De baixar a cabeça e fugir para o balcão. Uma cerveja e dois copos! De dedos costurados dentro de uma sala de cinema escura. De nuca. De nunca mais vou beber. De flerte no meio de trombadas. De meias palavras. De tudo escrito. De tudo acabado desta vez. De voltar atrás. De olhar de longe. De fingir que não viu. De mentir que não fuça. De declarações duras. De tapas leves. Que dizem verdades. De acreditar em vou aparecer mais. De não rasgar fotos. De escrever pessoas em uma bexiga de gás e olhar para o céu enquanto elas se apagam de mim. De cair na mesma história. De novo. Do mesmo jeito. De não prevenir nenhum desgosto. De passar a borracha em um número de telefone. De esquecer que passou. De contar que passou. E esquecer também que contou. De ligações no dia seguinte. De ligações perdidas. De propósito. De alôs mais gagos que convites. Ao vivo. De desligar o telefone e deixar o silêncio dialogar. E de atacar as reticências às páginas brancas. De me conhecer só assim, já que sou dessas que gostam de.

Quer saber quem escreveu esse texto?

Priscila Nicolielo escreve até correio elegante. Roteirista do programa Esquadrão da Moda (SBT) por amor e dinheiro. Dramaturga em coma. Publica seus impulsos aqui e ali; sendo aqui, seu blog; e ali, seu tuíter. Retirei o texto do blog Entre Todas as Coisas

Xoxo,

           Nanda!

paulapasquali.wordpress.com/

Tendências, notícias e cultura pop com informações atualizadas de uma forma simples e perspicaz do que está em voga por aí!

OiCarolina

The girl of 5th avenue

niinasecrets.wordpress.com/

secret tips you find here !

latinosamericanos

Just another WordPress.com site

Ponto de vista adolescente

Young, wild and free.